quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Desafio Quem quer ser Princesa - as compras no Amoreiras e o resultado final!


A jornada da Maria João já vai quase no final e como ela se portou muito bem, imensos quilos já foram perdidos. Veio um novo corpo, mais pequeno, que é preciso vestir. Quando estes processos de emagrecimento acontecem é normal haver um desfasamento inicial com o corpo que se obtém - ele pode ter encolhido mas a tendência é para recorrer aos velhos hábitos e acharmos que ainda vestimos os antigos números. Ora, quando se trata de vestir, das coisas mais importantes é mesmo usarmos o tamanho certo - nem muito apertado nem muito grande. Quando a roupa nos fica demasiado larga vamos sempre parecer maiores, ou mais baixas ou desleixadas. Fitting é o que interessa e devem sempre sempre sempre usar o vosso tamanho certo (sim, se usam o S mas uma camisola gira custa €5 e só há em L, deixem-na lá, por favor).


Com a Maria João ainda havia algumas dúvidas relativamente aos novos tamanhos, mas a experimentar é que se tem certeza. Quando se parte para o shopping, depois de perceber os gostos, estilos de vida e objetivos da pessoa, é importante perceber que se vai para um exercício, de cardio muitas vezes. Ajuda começar numa ponta da loja, levar tudo aquilo que gostamos e precisamos e depois experimentar. Sim, colocar a peça com o cabide à nossa frente não é solução. Despir e vestir, experimentar tudo e ver na prática o que funciona no nosso corpo e o que não e porquê. Nestas alturas uma consultora de imagem dá sempre jeito, pelas opiniões isentas e fundamentadas (sim, eu digo coisas com sentido) e porque pode ir buscar outras peças quando não se acertam nos tamanhos. Dá muito jeito, acreditem.


Para esta experiência de Personal Shopping no Amoreiras Shopping Center com a Maria João, recorremos à Springfield para encontrar peças casuais perfeitas para o dia-a-dia e muito ao estilo da nossa vencedora. Saímos de lá com umas calças em tom navy super versáteis. Enrola-se um bocadinho a bainha a ver-se o tornozelo e a perna parece logo mais alta. Para este look complementámos com acessórios Parfois - são esses detalhes que compõem o nosso estilo.


Como o objetivo do shopping pode também ser sair um pouco da zona de conforto e experimentar coisas diferentes, que habitualmente não usamos, escolhi para a Maria João um look mais sofisticado e aprumado para que ela se sentisse uma verdadeira princesa. Fomos à Zara e viemos de lá com uma pencil skirt preta que é um básico essencial e uma peça bem versátil que a Maria João poderia usar no dia-a-dia com rasos ou para compor um look mais arranjado para um jantar, por exemplo. Com uma blusa acetinada em verde escuro que liga tão bem com o preto, conseguimos um efeito de alongamento e emagrecedor para potenciar ainda mais o processo de mudança de vida da nossa princesa. E claro, uns saltos, que a Maria João não costuma usar, mas para ocasiões especiais deve recorrer a eles e são um acessório importante para nos sentirmos ainda mais confiantes.


Confiança é mesmo o que o estilo e novas roupas nos podem dar e foi o que a Maria João recebeu para continuar o seu caminho de mais cuidado e amor por si própria.




Para finalizar, foto com parte da equipa maravilha que contribuiu para a mudança da Maria João e leiam o relato na primeira pessoa deste processo. Aqui ficam as últimas palavras da nossa princesa e os respetivos agradecimentos:
"O que mudou nestes dois meses? Tudo. Já não vou falar na perda de peso porque isto é o motor desta série de alterações na minha vida, mas tudo o que “estava por dentro” mudou também. Estou mais confiante, tenho mais orgulho em mim, sinto-me feliz por ir às compras e encontrar roupa que fica bem, fiquei com um cabelo lindo, tenho uma maquilhagem espetacular. Mas melhor que tudo isso foi ter encontrado a força para superar este desafio e passar a gostar mais de mim!  
Para terminar gostava de agradecer a todos os que conheci ao longo deste percurso e que me ajudaram a chegar aqui, pedindo desculpa a quem me possa ter esquecido: à Catarina, que é mesmo uma princesa; à minha família, por todo o apoio; ao Pau Storch, um magnífico fotógrafo; a todo o pessoal do Holmes Place; à Inês Bascuínho da Dentoral; à Cátia e à D. Manuela da 2B; à Cláudia e à Teresa e a todo o pessoal do Natural Hair Spa; à Anita Silvestre, pela simpatia e profissionalismo; à Sónia, pela maquilhagem perfeita e pelos presentes Catrisse e Essence; à equipa do Amoreiras Shopping Center; e ainda a toda(o)s que foram acompanhando estas mudanças através do blogue Dieta das Princesas. 
A título de mensagem final: todas somos princesas, por dentro e por fora. Algumas de nós ainda não sabem disso mas, com determinação e força de vontade, essa “princesa escondida” vai acabar por se revelar! Ainda tenho um caminho a percorrer, mas trago comigo a confiança de que vou ser capaz! Obrigada!"



segunda-feira, 27 de outubro de 2014

VENCEDORA Giveaway Pop The Bubble - Pulseira Triangle


passatempo acabou às 23:59 de ontem, dia 26 de Outubro, e foi sorteado um vencedor pelo random.org. Foi uma sortuda que ganhou esta gira Pulseira Triangle da Pop The Bubble: a Sara de Sá!! Parabéns! ;) Será informado por email.

Obrigada aos restantes pela participação! ;)


domingo, 26 de outubro de 2014

A beleza vem de dentro...e não só!


Achei um piadão a estas quotes. São irónicas mas traduzem a devida importância que se deve dar à nossa aparência, à imagem que passamos para os outros.

Ainda há imensa gente a achar que as questões da imagem e do estilo são fúteis, que a beleza tem que vir de dentro e que só essa interessa. Sim senhora, a verdadeira beleza é a interior - sermos boa pessoas, com caráter e integridade supera qualquer estilo cinco estrelas, assim como toda a elegância do mundo não chega para disfarçar os maus fundos. Mas não me venham com fundamentalismos nem fugas à realidade - a imagem vai sempre contar imenso, quer queiram, quer não. A vossa aparência dita, sim, a maneira como são tratados, respeitados e considerados pelos outros. Fala muito de vocês antes de terem a oportunidade de abrir a boca. Dá-vos ou retira-vos confiança. É linguagem não verbal que grita e esperneia, por mais que vocês não lhe queiram dar voz. Lamento, mas é mesmo assim - um dos sentidos mais poderosos que temos é a visão e ela é muito sensível a qualquer imagem.

Por isso, toca a encarar a realidade e a dar a devida importância à vossa imagem. Por vocês, antes de tudo. Pela confiança gigantesca que a imagem certa vos pode dar. Porque a beleza interior é fantástica, mas, de facto, um pouco de rímel nunca fez mal a ninguém. Aliás, faz maravilhas! ;)






quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Vocês controlam o exterior, não ao contrário!

www.pinterest.com/lookaday/quotes/

O mundo à nossa volta depende imenso dos óculos com que o vemos. Não interessa muito se são Prada ou Gucci (se bem que óculos giros melhoram sempre tudo!), mas sim o poder da lente dos ditos cujos. Tudo aquilo que nos acontece depende, então, do investimento que fizemos nas lunetas - se tivermos sido forretas e despreocupadas, o mundo não vai parecer lá grande coisa. E ainda nos arriscamos a conjuntivites da realidade. Mas bom, aparte as espetaculares metáforas oculares, a verdade é que a realidade é sempre aquela que nós escolhemos ver. A mesma situação vivida por pessoas diferentes tem interpretações distintas, por isso, a mudar alguma coisa, terá que ser a nossa visão e não a realidade. Essa não faz mal a ninguém. 

Sem dúvida de que todas as frustrações, desilusões e mais 'ões' chatos são provocados por nós mesmos. Como costumo dizer muitas vezes, só nos desiludimos porque nos iludimos numa primeira instância. Tudo à nossa volta pode, aparentemente, estar a fazer tudo para nos pôr os nervos em franja, para nos deixar tristes e amargurados, mas no final das contas, a decisão é sempre nossa de nos sentirmos efetivamente irritados, nervosos, desiludidos, tristes e seja o que for. Já chega de colocar a culpa nos outros e no mundo - têm escolha. Sim, têm mesmo escolha e a responsabilidade está sempre do vosso lado. Vão ver que quando começarem a assumi-la, tudo fica diferente.

Há sempre alguma coisa de bom para retirarmos de todas as situações que nos acontecem. Sim, mesmo daquelas bem horríveis. Nem que seja uma mensagem - que é tempo de pararmos, de mudarmos, de que não temos controle sobre nada. Yap, as mensagens às vezes são chatinhas mas preciosas, vão ver. Coloquem os vossos melhores óculos, uns Chanel do positivismo, tudo em bom, e mudem o foco. Vocês controlam o exterior, não ao contrário! ;)



segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Saias de tule ao estilo princesa desportiva

A Catarina Beato é fã de saias de tule e em sua honra aqui seguem umas dicas e exemplos de como usar esta peça tendência ao seu estilo.

Este tipo de saia farfalhuda compõe um típico look de bailarina ou princesa mas as misturas de estilos e influências são o que está mais na moda, por isso, nada mais fácil do que apostar no mix para desconstruir a meninice da saia de tule. Combinem-na com uma sweater e viram uma verdadeira princesa desportiva. Usem assim só ou acrescentem um blusão de cabedal ou de ganga porque a mistura de materiais diferentes nunca é demais. De saltos, sabrinas, botas ou ténis, acrescentem o calçado que entenderem e de acordo com o efeito que pretenderem - mais a puxar o feminino ou o desportivo e casual. E voilà, transformarem-se em verdadeiras princesas urbanas do dia-a-dia nunca foi tão fácil! ;)















sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Giveaway Pop The Bubble - Pulseira Triangle

Já andavam com saudades de passatempos por aqui não é assim? Então, para matar o bichinho está lançado um novo passatempo com a recente loja online - Pop The Bubble. É o projeto bebé da Dina que foi minha aluna no curso Mini MBA Small Business na Th2 e que se lançou ao empreendedorismo, e muito bem. Temos que fazer o que gostamos e o que nos faz felizes e, por isso, gosto sempre de apoiar quem luta pelo quer.



A Pop The Bubble tem imensos acessórios giros (eu fiquei encantada pelas capas de Iphone, eu breve terei a minha!) e para vos mimar temos a sorteio 1 Pulseira Triangle! Podem escolher a vossa preferida - prateada ou dourada. Sentem-se com sorte? Não custa tentar! ;)





Para participarem, o que têm que fazer :


- Seguir o blog via Bloglovin aqui;

- Partilharem o passatempo no vosso blog, página de facebook ou conta de twitter;

- Preencherem o formulário aqui em baixo!






Podem participar até dia 26 de Outubro e o/a vencedor/a será escolhida, aleatoriamente, através do random.org e anunciado/a, aqui no blog, no dia 27 de Outubro!

Obrigada! Boa sorte a todas/os! :)



quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Estilo Simples - tendência ou fuga?

www.pinterest.com

O estilo mais simplista possível, normal, o chamado Normcore, está na moda. É tendência. É um voltar à discrição total, a preferência pelas peças mais casuais e simples, sem excessos, sem grande festa. Minimalismo ao máximo e com o objetivo de se passar despercebida. Mas não é da tendência Normcore que vos venho falar, é mesmo da tendência da generalidade da população feminina para querer não ser notada, passar pelas gotas da chuva, como se nem existissem. E nem é por ser cool, é mesmo por medo ou fuga.

Se vos perguntar se gostam de chamar a atenção ou passar mais despercebidas, o que respondem? A maioria das mulheres a quem faço esta pergunta vai para a segunda opção. Quando lhes peço para me descreverem o estilo atual - simples, básico, confortável são os adjetivos que mais ouvi desde que faço o que faço. O que me indica que a tendência normcore já rola aqui pelo burgo há imeeeeenso tempo. Eu sabia que nós, portuguesas, éramos umas visionárias. ;)

E eu sou totalmente fã do estilo minimalista e das peças mais simples, mas não por constrangimento, por falta de opções auto-impostas. O que sinto é que a maioria de nós acha que não pode usar certas coisas, que as cores vivas lhes estão vedadas, os padrões são só para as mais corajosas e acessórios mais vistosos, minha nossa senhora, nem pensar! Porque destacarmo-nos na multidão, sermos notadas, na nossa cabeça, nunca será por razões positivas. É porque estamos ridículas, porque pensam mal de nós, ou algo negativo do género. Então lá optamos pelo simples e discreto, mesmo que nem seja verdadeiramente o nosso estilo. Outras vezes é por falta de conhecimento e as dúvidas estilísticas impedem-nos de sair da farda usual de jeans + t-shirt. No entanto, felizmente, isso tem solução.* Mas a razão de base é sempre a mesma - a falta de confiança que nos assiste, mais vezes das que gostaríamos, impede-nos de arriscar e até de fazer e ser algo que gostaríamos. Porque é mais fácil e seguro fugir dos holofotes e mantermo-nos apagadas.

Que o estilo simples seja aquela que reproduz fielmente a vossa personalidade e estado de espírito, não a única opção a que acham que podem aceder. Se há uma persona borbulhante e vivaça ou mais romântica ou até diva aí por dentro, deixem-na sair! Já chega de fugir e esconder, deixem o vosso melhor estilo sair à rua e espalhar magia! ;)


Para conhecerem os diferentes estilos e saberem identificar o vosso, o workshop de Estilos é já no próximo domingo, dia 19 de Outubro, e ainda há 2 vagas. Saibam mais aqui e inscrevam-se para mail@look-a-day.com.


segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Não peças desculpa por ser quem és.

www.pinterest.com/lookaday/quotes/

A mania que temos de quase pedir desculpa por existirmos! Se nos elogiam o vestido é 'ai mas é tão velho e foi comprado nos chineses' e se temos que nomear as nossas qualidades porque alguém meio avariado da cabeça nos pede isso (tipo, eu) somos responsáveis mas não sempre, divertidas mas temos os nossos dias maus e temos um bom rabo (nota-se por aqui uma temática recorrente, não?) mas a barriga, essa, já teve melhores dias. E isto tudo dito entredentes, com ar encolhido e num leve sussurro.

Está na altura de ultrapassar esta tendência para termos vergonha de assurmirmos aquilo que somos, aquilo que temos, aquilo que conquistámos. Sim, o vestido é lindo, fica-nos a matar e somos responsáveis, divertidas e possuímos um ótimo rabo. Dizemos isto de forma assertiva, com orgulho e sem pestanejar. Porque é verdade e não há que pedir desculpa por nada. Já chega de contar as maleitas e deixar as coisas boas de lado porque 'fica mal' ou alguém vai ficar melindrado ou achar que somos umas grandes convencidas. E somos, estamos plenamente convencidas das nossas capacidades.

Quando nos orgulhamos de quem somos, sem vergonha, damos o exemplo e permitimos que os outros façam o mesmo. Sem desculpas.



sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Abaixo os números - é uma questão de silhueta e não de tamanho!

www.pinterest.com

A comparação dá cabo de nós! Já vimos aqui que as comparações são inúteis mas apesar disso persistimos em fazê-las todos os dias. Ou é porque o rabo da amiga é mais pequeno ou porque tem um peito maior. É porque veste um 38 e nós vestimos um 40. E nestas coisas dos tamanhos dos trapos, quanto menor, melhor, não é assim? Mas, mais uma vez, estamos a comparar coisas incomparáveis. O nosso rabo não é igual ao da amiga, nem nunca vai ser, porque o nosso corpo não é igual ao dela e, pasmem-se, nós não somos ela. Somos outra pessoa completamente diferente, com um corpo só nosso com características únicas que nos torna diferente de qualquer outra pessoa. Até podemos ter semelhanças com alguém mas é só isso mesmo, semelhanças.

Por isso, meninas por aí que entram em pânico sempre que não cabem no número habitual (número esse que varia de marca para marca ou de modelo para modelo) e que gostavam de se enfiar num 36 ou 34 como a atriz não sei quantos - esqueçam os números! Sim, todos os números. Os das calças, os da balança e até os da conta bancária se também não forem lá muito famosos. Nestas questões do corpo e de vesti-lo, o que interessa mesmo é a silhueta, o vosso tipo de corpo - independentemente do tamanho. O que importa mesmo é conhecem o formato do vosso corpo, identificarem o vossos pontos fortes físicos (sim, eles existem e aqui, sim, em grande número) assim como as partes de que não são assim tão fãs para que possam saber como realçar o que vos agrada e camuflar as partes de que não gostam tanto. Sabendo o formato do vosso corpo, o biótipo, e conhecendo as vossas características individuais, conseguem fazer melhoras escolhas.

Não há ninguém a quem tudo fique bem (excepto modelos-cabides a quem também podem faltar formas para encher algumas peças que delas necessitam), por isso, identificando o que vos favorece e o que nem tanto assim, conseguem escolher muito mais facilmente o que levar para casa. É muito mais rápido montar o look do dia porque já sabem o que vos fica a matar. Conhecendo o vosso corpo, sabem como fazê-lo parecer mais longo, mais estreito ou aquilo que entenderem. E conseguem fazer isto se vestirem um 38 ou um 44. E podem ainda perceber que é uma perda de tempo proceder à comparação de tamanhos de rabo com a amiga porque já perceberam que ela é um Cone e vocês são uma Pêra. Não, não são nomes de código de membros de uma seita desconhecida, são sim nomes de tipo de corpo.

Abaixo as comparações de rabos e abaixo os números. O tamanho, nesta questão, realmente não interessa. É tudo uma questão de silhueta. A vossa - pessoal e intransmissível.





quinta-feira, 9 de outubro de 2014

O que precisas de fazer para que não sintas vontade de escapar da tua vida?

www.pinterest.com/lookaday/quotes/

Quem é que já está a pensar na próximas férias ou fim-de-semana prolongado, hein? O verão ainda há pouco acabou e já temos saudades. O fim-de-semana faz-nos falta e não foi assim há tanto tempo. Gosto muito desta frase aqui em cima do Seth Godin porque penso que traduz o comportamento de grande parte da classe trabalhadora, ou seja, pessoas adultas que têm que fazer pela vida. A semana começa a ansiar-se pela sexta-feira, fazem-se rezas para não darem cabo de mais nenhum feriado e contam-se os dias para as próximas férias ou escapadinhas. Andamos sempre em contagem decrescente. A fazer risquinhos na parede quais prisioneiros enclausurados entre 4 paredes cinzentonas.

Do que queremos tanto escapar assim? Da rotina. Dos horários. Das obrigações. Das tarefas repetitivas. Das longas horas. Do chefe que é chato. Do trânsito. Da falta de tempo. Da falta de criatividade. Da falta de inspiração. Da falta de realização pessoal. De fazer alguma coisa para mudar o que não gostamos. Sim, queremos escapar de imensa coisa aborrecida e inclusive de ter que fazer alguma coisa para mudar isso. E 3 dias numa casinha no meio dos montes, na praia ou em qualquer capital europeia parece-me muito melhor opção ao dia-a-dia de sempre que conhecemos.

Não me entendam mal, que também eu acho ótima ideia os 3 dias na casinha, na praia ou em todas as capitais europeias que não conheço, mas e se fizéssemos mais do que sonhar e pesquisar viagens e férias fantásticas? E se aplicássemos também algum tempo a construir a vida dos nossos sonhos, aquela do dia-a-dia, não só a das férias e das escapadinhas?

Como é o teu dia-a-dia ideal? Já pensaste nisso? Não, a sério, pensa nisso. Se não gostas da tua realidade atual, como é que gostarias de passar os teus dias? A fazer o quê? Com quem? Onde? O que é preciso para que não sintas vontade de escapar da tua vida? O que precisas de fazer para tornar isso realidade? Não penses só nas respostas, escreve-as. Põe no papel e dá substância aos sonhos. Na próxima vez que fizeres um planeamento de uma viagem fantástica, pelo sim, pelo não, faz também um planeamento do resto da vida! ;)




terça-feira, 7 de outubro de 2014

Como camuflar uma barriguinha

www.pinterest.com

Quando pergunto às minhas clientes e participantes de workshops a parte do corpo que menos gostam, posso dizer que a grande vencedora, na sua maioria, é a existência de uma barriguinha mais proeminente. Às vezes é uma barriguinha inexistente, mas isso está no campo das causas imaginárias para uma baixa auto-estima, de que já falei aqui. Mas para quem efetivamente tem mais volume na zona do abdómen, não desmoralize, que há solução para se vestirem bem, disfarçarem a barriguinha e sentirem-se mais confiantes:

  • A primeira regra que parece óbvia é não usar tops ou vestidos muito justos na zona da barriga - evitar tecidos como a lycra e cortes justos. Preferir, então, tops mais larguinhos, do género acetinados, por exemplo. Mas, por outro lado, também não devem usar tops ou vestidos muito largos. Eu sei que a tendência acaba por ser essa - usar peças largas e compridas para esconderem o volume mas lamento informar-vos de que fazem o efeito contrário - se usarem tops muito largos vão parecer ainda maiores. É importante que usem o vosso tamanho certo, nem a menos nem a mais. 
  • Preferir, sempre, cinturas médias a altas! Sempre! Calças ou saias de cintura mais alta acomodam a zona da barriguinha (e as bordinhas laterais, essas malvadas também!) e disfarçam mais essa zona. Evitar a todo o custo cinturas baixas que vão, basicamente, acomodar a barriga por baixo e deixá-la ainda mais evidente. Evitar também tops com barras em baixo que acabam por assentar também na zona da barriga, assim como vestidos de cintura baixa ou usar cintos nessa zona - eles são para usar na cintura.
  • O hábito de usar as camisolas e tops por fora também pode ser contraproducente na questão de disfarçar a barriga. Eu sei que assusta, mas com um top larguinho, experimentem colocá-lo por dentro das calças ou saia ou pelo menos uma pontinha em frente. Com a cintura alta que contem a barriguinha, vê-se mais a altura da perna e a barriga fica mais disfarçada, acreditem.
  • O cinto também ajuda - se o usarem na cintura sobre um vestido ou túnica, chamam a atenção para a zona mais estreita e também retiram o ênfase da zona da barriga.
  • Look em tom monocromático é útil, ou seja, um vestido todo da mesma cor ou calça ou saia e top de cores semelhantes, propicia um efeito de alongamento. Este efeito associado a peças estruturadas ajuda a disfarçar o volume da zona abdominal.
  • A regra da terceira peça também é útil neste caso - ao criar-se uma linha vertical central, alongamos a figura e a barriguinha também sai disfarçada.
  • E, claro, lingerie modeladora é também a solução ideal para adelgaçarmos toda a silhueta, disfarçar a barriga e, assim, conseguirmos usar com mais confiança aquelas peças mais justas que não têm que nos ser proibidas. ;)



Querem descobrirem mais dicas para camuflar as zonas de que não gostam tanto, parecerem mais altas e magras e saberem como vestir da melhor forma o vosso tipo de corpo? Isso tudo ficam a saber no workshop de Silhuetas a acontecer no próximo domingo, dia 12 de Outubro. Ainda há 2 vagas. Aproveitem. Saibam mais aqui e inscrevam-se para mail@look-a-day.com.




domingo, 5 de outubro de 2014

Como fazer nós e laçadas com os cintos

Já devem ter percebido que sou mega fã do poder estilístico do cinto. Para adelgaçar, favorecer a silhueta e dar um foco extra no look, não há melhor acessório. E, normalmente, se o comprimento do cinto o permitir costumo dar um 'nózinho' engraçado à frente. Muitas vezes me perguntam como é que faço aquilo. Então este post serve, justamente, para exemplificar como se fazem nós e laçadas engraçadas com os cintos. Basicamente passa por passar a fita que sobra de baixo para cima e depois inserir no espaço que se criou. Perceberam tudo não é? Pois, como funciona sempre melhor visualmente, fiquem com imensos exemplos e ideias de nós que podem dar com os vossos cintos (sempre na cintura!). Sigam a direção do cinto, percebam a lógica e ponham em prática! ;)















sexta-feira, 3 de outubro de 2014

O 2º Quick Makeover no Arena Shopping foi assim

Já viram aqui como foi o primeiro dia dos Quick Makeovers no Arena Shopping no âmbito do mês dedicado à Moda & Acessórios neste centro comercial da zona Oeste. No passado domingo repetimos a dose e mudamos a imagem a muitas mais mulheres que passaram pelo nosso stand.


Dois dos looks que criei com as peças das lojas do Arena. Estes brincos da Promod, em baixo, fizeram sucesso e fiquei tão fã que trouxe uns para casa comigo. ;)


Pausa da longa maratona de makeovers para apanhar um soleil. Com a maquilhadora com o corte de cabelo mais giro, a Maria Alves Correia. :)



Resultados finais na lente do Pau Storch e parvoíces de fim de dia com os recursos estilísticos do fotógrafo. :)




Mais umas fotos do behind the scenes:





E o ANTES e DEPOIS de algumas das participantes:










Que diferença e que giras, hein?! :) Foi um evento muito giro e a repetir! ;)



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...