domingo, 8 de fevereiro de 2015

7 mil milhões de outros. De nós.

instagram.com/anita_lookaday

AVISO IMPORTANTE: a exposição 7 Mil Milhões de Outros que está patente na Fundação EDP no Museu da Eletricidade termina hoje, 8 de Fevereiro. Podem ainda visitá-la até às 18h.

E o que é este projeto - 7 billion others?
"Em 2003, Yann Arthus-Bertrand lançou, com Sibylle d’Orgeval e Baptiste Rouget-Luchaire, o projeto 7 mil milhões de Outros. Foram filmadas 6.000 entrevistas em 84 países, por cerca de 20 realizadores que partiram ao encontro dos Outros. De um pescador brasileiro a um sapateiro chinês, de um artista alemão a um agricultor afegão, todos responderam às mesmas perguntas sobre os seus medos, sonhos, problemas, esperanças: O que é que aprendeu com os seus pais? O que deseja transmitir aos seus filhos? Por que circunstâncias difíceis já passou? O que é que o amor representa para si?
Mais de quarenta perguntas essenciais que nos ajudam a descobrir o que nos separa e o que nos une. Esses retratos da humanidade de hoje estão disponíveis neste site (e até hoje, no Museu da Eletricidade, em Lisboa). O coração do projeto, que é mostrar tudo o que nos une, liga e diferencia, é encontrado nos filmes que incluem os temas abordados durante milhares de horas de entrevistas."

Consegui, finalmente, ir ver ontem a exposição deste projeto cujos documentários já tinha apanhado na televisão e que tanto me cativaram. No Museu da Eletricidade podem passar pelos vários vídeos documentários com as entrevistas relativas a cada tema. Com a afluência dos últimos dias é bem possível que tenham que assistir em pé, mas vale a pena. Qualquer coisa, podem assistir a todos os filmes integrais no site do projeto. Mas vejam. Há pessoas comuns do outro canto do mundo ou até mesmo do nosso país a dizerem coisas com as quais nos relacionamos ou então que nos abrem os olhos para outras realidade ou perspetiva de ver as coisas. E é super interessante perceber que o ser humano é mesmo fantástico e que há, apesar de tanta diferença, tanto mais que nos une a cada um dos outros 7 mil milhões.

Na exposição podem ainda deixar o vosso testemunho, em formato vídeo, do que é ser português e têm lá esplanadas as 45 perguntas que foram colocadas durante as entrevistas. Façam este exercício: se forem sozinhos, sentem-se e respondam-nas para vocês, ou se forem acompanhados troquem o papel de entrevistador e entrevistado e fiquem a conhecer melhor o vosso parceiro de passeio e a vocês mesmos, por consequência. Não faz mal nenhum um pouco de auto-conhecimento a um belo domingo frio e não se esqueçam de, regularmente, questionarem-se com as tais perguntas essenciais. Saber de onde vimos e para onde vamos dá imenso jeito e porem-se em questão só vos torna melhores pessoas. ;)




Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...