sábado, 7 de fevereiro de 2015

Still Alice e A Teoria de Tudo - histórias de coragem e superação na corrida aos óscares.

instagram.com/anita_lookaday

Os Óscares estão quase aí, então, há que estar a par dos filmes a disputar as estatuetas douradas. Já não me faltam todos, menos mal. Por isso, hoje venho sugerir-vos duas boas hipóteses de noite de cinema: o Still Alice e A Teoria de Tudo. Tanto Julianne Moore como Eddie Redmayne estão na corrida para Melhor Atriz e Melhor Ator, respetivamente, e nada contra a dizer. Têm tudo para ganhar. 

Julianne Moore em Still Alice faz de uma professora universitária de Linguística a quem foi diagnosticada Alzheimer precoce, com 50 anos, e o filme retrata a luta desta mulher inteligente para preservar o máximo de si e das suas memórias enquanto a doença progride muito rapidamente. É angustiante assistir às perdas e confusão que Alice vai sofrendo. 

Já na Teoria de Tudo podemos assistir à versão da história do casamento de Jane com o famoso físico Stephen Hawking e também todo o percurso da doença que limitou Hawking tão cedo na sua vida. Mas apesar disso não deixou de ser a figura brilhante que hoje é tão sobejamente reconhecida. 

Nos dois filmes temos histórias de superação incríveis e exemplos de que, sejam quais forem os obstáculos que nos aparecem na vida e as limitações que possamos ter, é possível lutar sempre e fazer o melhor e o máximo que conseguirmos. Baixar os braços não é opção. Se não o é com doenças terríveis e injustas, menos ainda tem que ser com plena saúde. Acho importante não nos esquecermos disto naqueles dias menos bons e nos outros também. ;)

Vale bem a pena ver estes dois grandes filmes. Bom cinema! :)




Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...